Modelo Vidros se torna madrinha de projeto social

Projetos

30-nov-2018

A Modelo Vidros acredita que um futuro promissor começa a ser construído na infância, oferecendo condições para que as crianças explorem a criatividade e reforcem a autoestima. Por isso, em novembro a indústria apadrinhou o projeto social Crescendo com a Dança e Crescendo com a Música, desenvolvido pela Associação de Pequenas e Médias Empresas (Apeme), de Garibaldi, desde 2010.

O projeto proporciona aulas de balé clássico e dança de rua para 60 alunos de escolas públicas. Após atender centenas de crianças de diversos educandários, dessa vez a iniciativa está sendo desenvolvida nas escolas Armando Peterlongo, no Distrito de São Roque Figueira de Melo, e na Attílio Tosin, localizada no bairro São Francisco. 

A dança é capaz de desenvolver aspectos motores, cognitivos e afetivo-sociais por meio de postura; consciência social; noção espacial; musicalidade; expressividade; criatividade; imaginação; memória coreográfica; coordenação motora e desinibição. Por sua vez, a música gera autodisciplina; paciência; sensibilidade; concentração e capacidade de memorização. 

Para o presidente da Modelo Vidros, Leonir Nicaretta, investir em educação e cultura é uma maneira de construir uma sociedade mais justa. “Acredito que nosso dever como empresa é proporcionar mais que vagas de trabalho. Para mim, os investimentos em cultura e educação também devem nortear os valores de uma organização. Por isso, ficamos muito felizes de adotar essa causa”, observa.


Newsletter

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades.